25 C
Rio de Janeiro
spot_img

Nabor Bulhões

Antônio Nabor Areias Bulhões ou Nabor Bulhões é um advogado brasileiro. É sócio do escritório Bulhões & Advogados Associados,[1] que dentre seus clientes notórios, defendeu Fernando Collor, Paulo César Farias e Marcelo Odebrecht.

Ele começou a carreira jurídica através do apoio do seu irmão, Dr. José Areias Bulhões, OAB/AL 789, que já era advogado e com quem, posteriormente, fundou a sociedade BULHÕES & BULHÕES ADVOCACIA em 14/12/1994. O Dr. Nabor compõe a referida sociedade até hoje.

Biografia

Foi advogado do ex-presidente Fernando Collor, Paulo César Farias e advogou para a Itália no caso Cesare Battisti.[2]

Em 2014, foi vice presidente da Comissão Especial de Garantia do Direito de Defesa, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional.[3]

Defendeu em 2015 Marcelo Odebrecht, julgado e condenado na Operação Lava Jato.[4]

Controvérsias

Manifestação sobre condenação de Marcelo Odebrecht

Em março de 2016, soltou uma nota publicada por JOTA, da sentença condenatória proferida contra Marcelo Odebrecht. “É manifestamente iníqua e injusta porque não encontra fundamento nas provas produzidas nos autos da ação penal, como antecipadamente demonstrou a defesa em suas alegações finais, cuja fundamentação passou ao largo da decisão agora divulgada.”, parte da nota escrita pelo advogado Nabor Bulhões.[5] No entanto, posteriormente, em dezembro de 2016,[6] Marcelo Odebrecht assumiu seus crimes no âmbito da delação premiada e detalhou esquemas de corrupção e repasses de propina a políticos.[7]

Referências

«Da negação aos detalhes da corrupção: o que Marcelo Odebrecht disse antes e depois de virar delator». G1. Globo. 14 de abril de 2017. Consultado em 25 de junho de 2020

- Advertisement -spot_img

Noticias ANACRIM